Almiro de Oliveira - Diretor do PA Governança dos Sistemas de Informação de Saúde Almiro de Oliveira - Diretor do PA Governança dos Sistemas de Informação de Saúde
Almiro de Oliveira Almiro de Oliveira Diretor do PA Governança dos Sistemas de Informação de Saúde aoliveira@porto.ucp.pt
Luís Matos - Diretor do PA Governança dos Sistemas de Informação de Saúde Luís Matos - Diretor do PA Governança dos Sistemas de Informação de Saúde
Luís Matos Luís Matos Diretor do PA Governança dos Sistemas de Informação de Saúde
Mário Macedo - Diretor do PA Governança dos Sistemas de Informação de Saúde Mário Macedo - Diretor do PA Governança dos Sistemas de Informação de Saúde
Mário Macedo Mário Macedo Diretor do PA Governança dos Sistemas de Informação de Saúde

Mensagem dos Diretores

É inquestionável que as Instituições de Saúde são, fundamentalmente, baseadas em Informação. Desde o diagnóstico da doença, passando pelo tratamento e acompanhamento dos doentes, prescrição de medicamentos e MCDT, imagens e relatórios de meios de diagnóstico, até às atividades da Gestão da Instituição — é a Informação a principal matéria-prima para o funcionamento e desempenho da Organização.

No entanto, a ingerência da Informação no dia-a-dia da generalidade das Organizações e o reconhecimento do seu valor económico, implicam que haja uma adequada abordagem deste recurso na Organização, bem como na arquitetura, na utilização de soluções racionais e na sua Gestão, que terão que ser, naturalmente, alinhadas com a Política da Instituição — problemática que vai muito para lá da compra e da mera utilização de tecnologias.

Dai ser necessário haver um claro reconhecimento do nível de criticidade da Informação e que esse reconhecimento seja, formalmente, assumido pela Gestão de Topo, através da explicitação da função Gestão do Sistema de Informação no seio da Organização. 
Acresce que, se afigura fundamental que o recurso Informação seja Governado de forma a tornar-se fonte de vantagens competitivas, com inevitáveis impactos sobre a produtividade, a eficiência e a eficácia das profit e non-profit organizations, bem como a melhoria constante da qualidade dos cuidados prestados e da investigação científica.

É com o objetivo de evidenciar a importância da Governança da Informação e do Sistema de Informação nas Organizações de Saúde, que se entende como muito útil e oportuna a realização deste programa avançado —  e que se espera possa contribuir para que os Gestores de Topo passem a considerar, como primordial para o sucesso das Organizações, a Governança dos Sistemas de Informação no Sector Saúde.

Objetivos

Os Sistemas de Informação revelam-se atualmente como fatores relevantes para o aumento da qualidade da prestação de cuidados de saúde. A medicina baseada na evidência apoia-se em dados clínicos cuja recolha só é possível com tecnologias de informação e comunicação eficazes.
Por outro lado, a constante pressão para o aumento da eficiência das organizações prestadoras de cuidados eleva a importância do Sistema de Informação fator de sucesso para as operações do dia-a-dia bem como para exploração de vantagens competitivas e criação de valor. 
Neste enquadramento constituem objetivos do curso:

  • Estudar e analisar os requisitos específicos de Serviços de Saúde nas suas diversas dimensões e os modelos de Sistemas de Informação aplicáveis;
  • Estudar e entender como os Sistemas de Informação e a Gestão do Conhecimento podem contribuir para o desempenho e sustentabilidade económica das organizações prestadores de cuidados;
  • Sensibilizar os mais altos responsáveis das organizações para a importância crítica dos Sistemas de Informação no domínio eficiência das Organizações;
  • Evidenciar a problemática da gestão do Sistema de Informação, visando a racionalização Económica dos recursos e o seu eficaz e eficiente enquadramento Organizacional;
  • Estudar e compreender as normas e regulamentos para a normalização dos sistemas e interoperabilidade.

Destinatários

Altos Dirigentes de Instituições de Saúde (Cuidados Primários, Hospitalares, Cuidados Continuados);

Altos Dirigentes da Administração Pública (Organismos de Tutela, Organismos de Supervisão Técnica, Deontologia e Operacional) e Dirigentes de Topo dos setores público, privado e social;

Membros dos Conselhos Diretivos dos Organismos centrais e Reguladores, Membros dos Conselhos Executivos e dos Conselhos Clínicos do ACES, Membros do Conselho de Administração dos Hospitais, Diretores de Serviço, Chefes de Serviço, ou equiparados.

Perfil dos Candidatos

Os candidatos devem ser detentores de uma graduação de nível superior. Poderão ser admitidos candidatos que não possuam este requisito desde que o seu percurso e conhecimentos adquiridos por via profissional justifiquem essa admissão. O processo de seleção e seriação dos candidatos será feito de acordo com os requisitos definidos no regulamento que rege essa formação e sempre baseado na apreciação curricular e profissional, tendo em conta a ordem de entrada das respetivas candidaturas.

Estrutura

Duração

60 horas

Datas de realização

5 de maio de 2017 a 1 de julho de 2017

Horário

Sextas das 14h30 às 19h00

Sábados das 08h30 às 13h00

Direção do Programa

Local

Católica Porto Business School
Parceria

Logotipo Clube Europeu para a Governança dos Sistemas de Informação

Clube Europeu para a Governança dos Sistemas de Informação

Atividades

Jantar Tertúlia com a presença do Professor Doutor Adalberto Campos Fernandes, Ministro da Saúde

Candidaturas

Poderá efetuar a sua candidatura online aqui.

Poderá também entregar a sua candidatura pessoalmente nos serviços administrativos da Escola ou enviar por correio para:

Católica Porto Business School
Rua Diogo Botelho, 1327
4169-005 Porto

Elementos da Candidatura

  • Boletim de candidatura devidamente preenchido;
  • Curriculum vitae detalhado;
  • Uma fotografia atual;
  • Cópia do Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade/Cartão de Contribuinte;
Investimento

Investimento

1 950€ + IVA

Política de Pagamento

No ato de inscrição deverá efetuar o pagamento de 10% do valor do programa. O restante valor deverá ser liquidado de acordo com o plano de pagamentos definido que lhe será disponibilizado.

A todos os preços, acresce IVA à taxa legal em vigor.

Política de Cancelamento

O cancelamento de uma inscrição em período inferior a 15 dias de antecedência em relação ao início do programa não dará lugar a reembolso da taxa de inscrição. A não comparência ou o cancelamento de uma inscrição após o início do programa implica o pagamento integral da propina de frequência do programa. Em determinadas circunstâncias, a Católica Porto Business School poderá adiar ou cancelar a realização de um programa e nesse caso procederá à devolução na íntegra das verbas entretanto recebidas a título de inscrição.

Condições Especiais

A propina de frequência terá um desconto de 10% no caso de haver duas inscrições da mesma instituição ou de 15% para três ou mais inscrições. Os antigos alunos da Universidade Católica Portuguesa e da EGE - Escola de Gestão Empresarial beneficiarão de um desconto de 10%. Os associados AEP terão um desconto de 10% e os associados AEP Plus beneficiarão de uma dedução de 13%.

Em situações de pronto pagamento efetua-se um desconto adicional de 5%.

Os descontos não são acumuláveis.

Contactos

Coordenação Executiva

Margarida Mota

Email: mmota@porto.ucp.pt

Tel: 226196260

Contacte-nos