2016-med

A servitização como vantagem competitiva na indústria 4.0

Vida Económica, 30 dezembro 2016

O termo indústria 4.0 refere-se à denominada quarta revolução industrial, focada na digitalização de processos e na sua integração em ecossistemas digitais com os vários parceiros da cadeia de valor. No passado dia 6 de dezembro, o SLab – Service Management Lab organizou um workshop em parceria com a PwC para debater os desafios da quarta revolução industrial para as empresas industriais portuguesas.

Deixar os dados falar para melhorar o serviço pedagógico

Vida Económica, 25 novembro 2016

Hoje, qualquer serviço mediado por tecnologia gera dados facilitadores do controlo da atividade e evidencia a necessidade de cruzar diferentes fontes,
quer internas, quer externas, que explicitem o que aconteceu e porquê, o que está a acontecer e o que poderá vir a suceder. O ensino, enquanto serviço
de indesmentível importância, não se pode alhear dos novos instrumentos disponíveis para diferentes níveis de gestão.

Tendências na Logística 4.0

Vida Económica, 21 outubro 2016

Um recente encontro, promovido pela Católica Porto Business School, reuniu gestores sobre o tema Negócios 4.0, desafiando os participantes a identificar tendências e avaliar o impacto das inovações tecnológicas na economia portuguesa. As tendências no setor dos transportes e da logística foi um dos temas partilhados, resumindo-se fundamentalmente a três grupos principais:

Entregas rápidas: A nova fronteira competitiva nas vendas online

Vida Económica, 30 setembro 2016

Cada vez mais os consumidores esperam entregas rápidas quando efetuam compras online. Reconhecendo esta necessidade de mercado, os retalhistas têm criado tais opções de entrega. O maior retalhista online, a Amazon, tem liderado este movimento.

Benchmarking de escolas – o que os rankings não revelam

Vida Económica, 22 julho 2016

Os rankings de escolas são já uma tradição em Portugal com 15 anos! Os rankings publicados pelos media revelam informação sobre o desempenho dos alunos das escolas nos exames nacionais, e têm evoluído com a introdução de indicadores adicionais e mais recentemente com dados de contexto relativos ao agrupamento da escola. O facto, contudo, é que os exames desempenham um papel central em todos os indicadores de avaliação de escolas atualmente existentes.

Cooperação com Third-Parties em Redes de Empresas

Vida Económica, 23 junho 2016

Na indústria dos serviços, os transportes e a logística têm desenvolvido aprendizagem sobre mecanismos de cooperação com third parties. Third parties são toda e quaisquer entidades com as quais não se verifica uma relação direta.

Afinal o que é o omnicanal?

Vida Económica, 27 maio 2016

O termo omnicanal tem ficado popularizado com o paradigma da Internet e aparece referido com frequência em matérias relacionadas com o comércio online. Porém, poucas pessoas sabem exatamente a que se refere.

Desenho de formação empresarial com Design Thinking

Vida Económica, 29 abril 2016

O Design Thinking (DT) é uma nova abordagem à inovação de produtos, de serviços e de processos. Por um lado, é design de terceira geração por se centrar em experiências humanas em contextos cada vez mais complexos, e não tanto em questões meramente estéticas ou funcionais como o design de primeira e de segunda geração, respetivamente. Por outro lado, é substancialmente diferente de outras abordagens à inovação, normalmente baseadas em gestão ou em engenharia, por assentar em cinco pilares – equipas interdisciplinares, espaço variável, desafio promissor, indicadores de desempenho, e processo iterativo – que o tornam mais concreto do que a gestão e mais abstrato do que a engenharia.

Investigador do SLab, Ricardo Morais, foi entrevistado pela revista brasileira SINDIGRAF Notícias

SINDIGRAF Notícias, março 2016

Investigador do SLab, Ricardo Morais, foi entrevistado pela revista brasileira SINDIGRAF Notícias para comentar a última edição especial da Harvard Business Review sobre Design Thinking.

Servitização favorece crescimento e resultados na indústria

Vida Económica, 18 março 2016

“O tema da servitização da indústria é tão relevante no Reino Unido como em Portugal e as Universidades têm um papel ativo neste tema” – disse Tim Baines. Segundo referiu, estamos a partir para um novo conjunto de ideias sobre o que é ser industrializado. No passado, a indústria significava produzir uma série de produtos e a origem dos produtos era facilmente reconhecida. Hoje evoluímos para um mundo onde a distinção entre produtos e serviços está a mudar. Na nova era industrial, os produtos e serviços estão associados e as empresas têm que encontrar novas formas de desenhar a sua oferta para serem competitivas.
“Nos últimos 10 a 20 anos, as empresas portuguesas evoluíram bastante bem da produção em quantidade para o aumento do valor acrescentado e procura de nichos de mercado” – afirmou Rui Soucasaux Sousa, do Service Management Lab.