Competir através de produtos e serviços inteligentes

Vida Económica, 31 março 2017

As novas tecnologias de informação estão a revolucionar os produtos, tornando-os inteligentes (smart products; Porter & Heppelmann, 2014, Harvard Business Review). A inteligência resulta de adicionar às tradicionais componentes mecânicas e elétricas dos produtos dois outros tipos de componentes: i) componentes inteligentes, tais como sensores, microprocessadores, armazenamento de dados, software e interface com o utilizador; ii) componentes de conetividade, tais como antenas, permitindo ligações com fios ou sem fios com o produto. Os sensores tipicamente monitorizam o estado do produto, o seu ambiente circundante e a forma como está a ser utilizado. As camadas de inteligência e conetividade abrem enormes potencialidades para prestar serviços através dos próprios produtos, serviços esses que são comummente designados de serviços inteligentes (smart services).

Ler artigo completo